Água o quê?

por José Helvécio

É comum quando conversamos com alguém que não possui conhecimento do Espiritismo e ouve a expressão água fluidificada, perguntar de imediato: água o quê? Então explicamos que é a água que recebe fluidos medicamentosos pela ação de um médium e que será utilizada como remédio salutar para alívio e até mesmo cura de certas doenças.

Segundo Allan Kardec, água magnetizada é utilizada para tratar doentes

Na Revista Espírita de julho/1867 Allan Kardec se referiu a esse processo da seguinte maneira: “…As pessoas não diplomadas que tratam os doentes pelo magnetismo; pela água magnetizada, que não é senão uma dissolução do fluido magnético…” O Codificador usa a expressão água magnetizada e deixa claro que a mesma é utilizada para tratar os doentes.

Em O Livro dos Médiuns, item 131, Kardec explica: “fato bem conhecido em magnetismo, mas inexplicado até hoje: o da mudança das propriedades da água, por obra da vontade. O Espírito atuante é o do magnetizador, quase sempre assistido por outro Espírito. Ele opera uma transmutação por meio do fluido magnético…” Aqui ele demonstra a assistência espiritual (quase sempre) no momento da magnetização da água.

Emmanuel esclarece:

A água é dos corpos o mais simples e receptivo da terra. É como que a base pura, em que a medicação do Céu pode ser impressa, através de recursos substanciais de assistência ao corpo e à alma, embora em processo invisível aos olhos mortais”.

Segue-me, Chico Xavier, Emmanuel

O mesmo autor espiritual pelo médium citado, no livro “O Consolador”, questão 103, diz: “A água pode ser fluidificada em benefício de todos; todavia, pode sê-lo em caráter particular para determinado enfermo,…” Reafirma o que Kardec havia dito sobre os benefícios para os doentes e usa a denominação água fluidificada.

André Luiz, também através de Chico Xavier, no livro “Nos domínios da mediunidade”, cap. 12, refere-se ao processo e usa igualmente a expressão água fluidificada em um diálogo com o instrutor Áulus:

“…Por intermédio da água fluidificada, precioso esforço de medicação pode ser levado a efeito. Há lesões e deficiências no veículo espiritual a se estamparem no corpo físico, que somente a intervenção magnética consegue aliviar…

Nos Domínios da Mediunidade, Chico Xavier, André Luiz

Deduzimos então que a água utilizada nos Centros Espíritas e até mesmo nos lares em benefício das pessoas pode ser chamada de água fluidificada ou água magnetizada. Embora no livro Segue-me, citado acima, o título do capítulo seja “A água fluída”, tecemos os seguintes esclarecimentos:

Temos ouvido dos companheiros espíritas as expressões água fluida e água fluída. No entanto, fluido e fluído são palavras distintas, que apresentam significados, escritas e pronúncias diferentes.

O que é Fluido

Fluido é um substantivo ou um adjetivo formado pelo ditongo ui, que apresenta duas sílabas (flui-do). Tem flui como sílaba tônica. Indica, principalmente, uma substância líquida ou gasosa: maus fluidos, bons fluidos, fluidos para freios, fluidos do corpo, mecânica dos fluidos.

A palavra fluido indica algo que corre como um líquido ou que ocorre de forma fácil e espontânea. Pode indicar também algo que é mole, não apresentando rigidez, bem como o líquido inflamável dos isqueiros. Refere-se ainda a uma aura ou influência que um ser pode ter ou exercer.

É sinônimo de: líquido, gás, fluente, corrente, fácil, espontâneo, natural, simples, mole, flácido, frouxo, influência e aura, entre outros. Alguns exemplos: O fluido do meu isqueiro já acabou; ela sempre transmite bons fluidos; com ele, é impossível manter um diálogo fluido.

O que é Fluído

Fluído é uma forma verbal formada por um hiato, que apresenta três sílabas (flu-í-do). Tem í como sílaba tônica. É o particípio do verbo fluir: tinha fluído, tem fluído, tendo fluído, terá fluído.

A palavra fluído é o particípio do verbo fluir, que se refere, entre outros, ao ato de correr em estado líquido. Fluído é sinônimo de escoado, escorrido, vazado, drenado, vertido. Fluir pode indicar também o ato de ter origem em, de ficar com menos intensidade e de decorrer no tempo. O particípio é usado, principalmente, na formação de tempos verbais compostos e em locuções verbais. Vejam os exemplos: O líquido já tinha fluído pela canalização; já era noite, as horas tinham fluído e ninguém tinha notado; antes das cinco da tarde, o trânsito tem fluído bem.

Portanto, não é correto dizer: água fluida ou água fluída. A água é um tipo de fluido, portanto é redundante dizer água fluida. E água fluída é a água que fluiu, escorreu, escoou. Por exemplo: o que faremos se a água ainda não tiver fluído?

O correto é dizer água fludificada ou magnetizada

Assim, se vamos nos referir à água utilizada no Centro Espírita para beneficiar as pessoas, devemos utilizar a denominação de água fluidificada ou água magnetizada, isto é, aquela que recebeu fluido humano e fluido espiritual.

Links de interesse:

Fórum Espírita-Pedagógico

Grupo de Estudos Diálogos Espíritas

Grupo de Estudos Opinião Espírita

Grupo de Estudos Filosofia Perene

Grupo de Estudos Revista Espírita

Grupo de Estudos Evolução em Dois Mundos

Deixe uma resposta

Redimensionar fonte
%d blogueiros gostam disto: